Skip to content

“Apenas” Mais Um Caso de Injustiça Social

Dezembro 28, 2009

No Bairro da Rosa em Coimbra decorreram quatro acções de despejo em dois meses por tráfico de droga, segundo o título do jornal “O Diário de Coimbra”, mas vamos ver o conteúdo da notícia e ver a “manipulação” a que todos estamos sujeitos.

“A acção de despejo surgiu porque Maria Adelina Domingos foi, há quatro anos, condenada a uma pena de prisão por tráfico de droga, encontrando-se actualmente em liberdade condicional e a receber o Rendimento de Inserção Social. «Eu fiz uma asneira, cometi um erro», admite, acrescentando que hoje está arrependida.

Casada, tinha a viver consigo o filho de 24 anos, a nora, de 23, que está grávida, uma neta de seis anos, e ainda mais três filhos, de nove, 13 e 15 anos, e a namorada deste, com 16 anos.

Com a renda, luz e água em dia, Maria Adelina lamenta que todos estejam a pagar pelo que ela fez e considera que o tribunal, no decorrer do recurso apresentado, deveria ter tido em conta o seu comportamento enquanto esteve na cadeia e depois que saiu”.

Ainda assim, o vereador Francisco Queirós da autarquia  admite que apenas cumpre a ordem do tribunal, não hesitando quando está em causa o tráfico de estupefacientes.

Pois é, as ordens e as leis nem sempre devem ser cumpridas rigidamente, porque há que atender e estar atentos a todos os factores que circundam cada caso, porque cada caso é um caso, e assim se vão cometendo injustiças “em nome da lei”, prejudicando mais uma vez quem mais precisaria Dela para se socorrer.

É caso para dizer que “A Justiça É MESMO Cega”!!!

Anúncios
4 comentários leave one →
  1. jorge antonio permalink
    Dezembro 29, 2009 4:07 pm

    Lamentavel esta desumanidade nesta epoca. Tristeza viver num mundo assim…

  2. Ana Caroline menezes permalink
    Setembro 24, 2010 3:38 am

    A justiça não é cega. A Deusa de Justiça se apresenta com uma venda nos olhos representando seu caráter imparcial. Isso significa que não importa que são as pessoas que estão em litígio, a justiça não penderá para nenhum dos lados. Será neutra, apenas procedendo de forma a solucionar o controvérsia apresentada pelas partes.

    • Setembro 25, 2010 7:37 pm

      Cara Ana Carolina,

      Nós sabemos que a justiça não é cega, é apenas uma metáfora para a “suposta” imparcialidade da mesma. Em todo o caso, àcerca desta notícia, tomámos a liberdade de utilizar esta frase, uma vez que é uma expressão correntemente usada em linguagem comum, apenas para ironizar, dar ênfase e peso à “cegueira” do caso de que falamos acima.
      Obrigado na mesma pelo comentário.

Trackbacks

  1. Contradição Social no Bairro da Rosa « Denúncia Coimbrã

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: