Skip to content

“Lisboa Domiciliária” de Marta Pessoa

Outubro 10, 2010

O documentário de Marta Pessoa sobre os idosos isolados nas casas antigas de Lisboa conquistou o Grande Prémio do Filminho – Festival de Cinema Galego e Português, realizado em Vila Nova de Cerveira e em Goián.

«Lisboa Domiciliária», o retrato que a cineasta Marta Pessoa fez de sete idosos isolados em casas antigas da capital, acaba de receber o Grande Prémio do Filminho – Festival de Cinema Galego e Português, que se realizou em Vila Nova de Cerveira e em Goián.

O filme, que estreou nas salas de cinema em 16 de Setembro, é a mais recente aposta da produtora Real Ficção no campo do documentário, após as bem sucedidas experiências recentes de «Ruas da Amargura» e «Ilha da Cova da Moura», ambos de Rui Simões.

A película de Marta Pessoa centra-se em sete idosos e nas casas lisboetas onde estes vivem, no apoio domiciliário que recebem do exterior e na forma como encaram uma vida necessariamente limitada pelas dificuldades de locomoção, agravadas pelas escadarias omnipresentes nas construções antigas da capital.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: